Pesquisar neste blogue um tema:

Como não devemos permitir a errância do espírito




"Quando o vosso espírito anda errante pelo vento é então que, sozinhos e sem defesas, provocais danos aos outros e também a vós mesmos.

E por esse mal cometido deveis bater à porta do Divino e, à sua frente, despercebidos, aguardar um instante."
Khalil Gibran, em "O profeta" (Livro)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...